Login | Cadastre-se

Continbox

Siga nossas redes sociais

BLOG

Fake News: o que são e como influenciam o setor de Contabilidade

Publicado em: 11/01/2021

As fake news tomaram conta dos meios de comunicação, e são extremamente prejudiciais.

Apesar de estarem na internet e na mídia como um todo, esse fenômeno também atinge a Contabilidade.

Por isso, nós da Contabilidade Contibox separamos um conteúdo especial sobre fake news e como elas influenciam o setor contábil.

O que são fake news?

fake-news-na-contabilidade-continbox

Fake news é uma expressão em inglês para “notícias falsas”. Como o nome indica, são notícias, reportagens, imagens e informações de caráter duvidoso e enganador.

Uma das principais características desse fenômeno é que as fake news são espalhadas propositalmente. Elas possuem o intuito de prejudicar algo ou alguém.

Esse tipo de notícia ganhou força com o advento da internet. A velocidade de conexão das pessoas e o repasse quase instantâneo de informações potencializou esse acontecimento.

No entanto, as fake news já existiam antes. Por exemplo, o alarme de guerra alienígena em 1938.

Mas, apesar de muitas serem inofensivas, essas notícias podem ser perigosas, e influenciar cenários políticos e econômicos.

Como fake news podem influenciar a área contábil?

Existem duas formas da fake news influenciar negativamente a Contabilidade.

Uma delas é no próprio escritório. Notícias falsas sobre órgãos de contabilidade ou no setor financeiro podem impactar a forma de trabalho.

Por exemplo, como preencher ou divulgar determinado documento. Caso o escritório acredite em fake news, pode ter prejuízos em sua produção.

Por outro lado, as notícias falsas também podem chegar nos clientes. Com isso, é possível que haja uma série de maus entendidos, dúvidas e incertezas com o trabalho.

A manipulação de fatos costuma ser com assuntos polêmicos, de modo que as pessoas tendem a acreditar antes de checar a verdade.

Dessa forma, as chances de um cliente acreditar em notícias falsas da área e ter atitudes adversas aumenta consideravelmente.

Especialmente nos setores de contabilidade e finanças, diretamente influenciados por notícias nacionais e internacionais.

Como identificar fake news?

Depois de entender como as fake news podem impactar o setor contábil, é preciso ficar atento para como elas se espalham.

Antes de mais nada, é preciso verificar o assunto. Se for um tema polêmico, extraordinário ou até mesmo inacreditável, duvide.

Em seguida, veja o site ou veículo que compartilhou a notícia. Confira se é certificado ou conhecido.

Confira fontes e como o texto foi escrito. Geralmente, notícias falsas possuem uma construção mais informal.

Se um ou mais desses fatores aparecerem, verifique se a notícia é replicada em outros sites e confirme antes de repassar a informação.

Como evitar fake news

Por fim, para evitar fake news, consuma notícias apenas de sites confiáveis, como grandes veículos.

Confirme antes de repassar qualquer informação, e prefira dados de órgãos oficiais.

Além disso, ofereça uma fonte segura de notícias para seus clientes, para que eles tenham confiança e uma maior rede de informações verídicas para consultar.

Conclusão: Por que é importante não repassar fake news?

As fake news são prejudiciais para diversos setores. São feitas para causar danos, e, por isso, é preciso cuidado na hora de repassar informações.

Principalmente no setor de Contabilidade, que depende de dados econômicos para atender corretamente as demandas.

Sendo assim, clientes e escritórios contábeis devem se atentar para as mídias que consultam, e sempre preferir veículos certificados.

A Continbox se preocupa com a veracidade das informações e do serviço que oferece. Entre em contato e tire todas as suas dúvidas.

VOLTAR


Comentários

Não houve nenhum comentário sobre este artigo, seja o primeiro a deixar o seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notifique-me sobre novos comentários por e-mail.

Notifique-me sobre novas publicações por e-mail.