Login | Cadastre-se

Continbox

Siga nossas redes sociais

BLOG

O que são Algoritmos?

Publicado em: 30/09/2019

O que são Algoritmos?

Ultimamente tem se escutado muito a palavra “Algoritmo“. E quando estamos conversando e os algoritmos do YouTube ou do Facebook, entram no assunto, do que realmente estamos falando? O que são algoritmos e por que falamos tanto deles? Se você não entendeu o que são algoritmos, fique tranquilo que a Continbox explica neste artigo!

Algoritmos são instruções para resolução de problemas

Atualmente, vivemos em um mundo onde computadores são estão presentes todos os momentos de nossas vidas, mas pouco sabemos sobre eles. Entretanto, há uma área da ciência da computação em que qualquer profissional é capaz de entender a base do que está acontecendo. Essa área da ciência da computação é chamada de programação.

A programação não é um trabalho fácil, e é a base de todos os softwares de computador. E mesmo se seu conhecimento de programação tem base em filmes dos anos 90 e reportagens nas mídias, você provavelmente não precisa de ninguém para explicar o que um programador faz. Um programador produz um código para um computador e o computador segue as instruções deste código para executar tarefas ou resolver problemas.

Portanto, no mundo da ciência da computação, um algoritmo é apenas uma palavra chique para código. Qualquer conjunto de instruções que informe o computador em como resolver um problema é um algoritmo. Mesmo que a tarefa seja fácil. Quando você liga o computador, é enviado um conjunto de instruções de como ligar. Esse é um algoritmo em ação. Quando um computador da NASA usa dados brutos de ondas de rádio para renderizar uma fotografia do espaço, isso também é um algoritmo em ação.

A palavra “algoritmo” pode ser usada para descrever qualquer conjunto de instruções, mesmo fora do universo da computação. Por exemplo, a maneira como você classifica os talheres em uma gaveta é um algoritmo, assim como o método que você utiliza para lavar as mãos após o banheiro.

Hoje em dia, a palavra “algoritmo” refere-se a algumas conversas técnicas mais específicas. Você não ouve pessoas falando sobre algoritmos em matemática básica. Ao invés disso, você vê pessoas no Instagram reclamando sobre os algoritmos que fazem sugestão de amigos ou mesmo amigos que criticam os algoritmos na coleta de dados do Facebook.

Então, se um “algoritmo” é um termo genérico para instruções de computadores, por que o usamos quase exclusivamente para descrever aspectos confusos do meio digital?

A ideia dos algoritmos e “machine learning”

No passado, programadores e fãs da cultura pop falavam sobre essas instruções computacionais como um “código”. Isso permanece verdade até hoje, na maioria dos casos. “Machine Learning” é uma grande área desconhecida da computação, onde tendemos a usar a palavra “algoritmo” em vez de “código”. Isso, consequentemente, favoreceu para a confusão em torno da palavra “algoritmo“.

O famoso “Machine Learning” existe há muito tempo, mas só se tornou uma grande celebridade do mundo digital nos últimos 15 anos. Embora o “Machine Learning” pareça uma ideia complicada, é muito fácil de entender. Os profissionais da programação não podem escrever e testar códigos específicos para todas as situações. Então, eles escrevem códigos que podem escrever outros códigos.

Pense na ideia dos algoritmos como uma forma de inteligência artificial. Se você categorizar e-mails como spam, seu remetente de e-mails começará a receber todos os e-mails na pasta de spam automaticamente. Da mesma forma, o Google usa o “Machine Learning” para se certificar de que os resultados da pesquisa do YouTube, por exemplo, continuem e sejam relevantes, e Mercado Livre usa também “Machine Learning” para sugerir quais produtos você deve comprar.

Claramente, “Machine Learning” não soa ser tão bom e nem tão agradável. O nome já parece assustador o suficiente para deixar algumas pessoas desconfortáveis, e alguns dos usos desse tipo de algoritmo possuem atitudes éticas questionáveis. Os algoritmos que o Facebook, por exemplo, usam para mineração de dados dos usuários o que torna a experiência pouco agradável.

Na mídia, você até ouve sobre os “algoritmos do Google” que classifica os resultados de pesquisa, ou “algoritmo do YouTube” que recomenda vídeos e o “algoritmo do Facebook” que decide quais postagens você vê na sua linha do tempo. Todos esses são assuntos de discussões.

O que entender sobre os algoritmos

Os algoritmos são a base de todo software. Sem eles, você não teria um computador ou um telefone e provavelmente ainda estaria lendo este artigo em um pedaço de papel.

Mas as pessoas em geral não usam a palavra “algoritmo” como um termo referente aos códigos de um computador. Na verdade, a maioria das pessoas supõem que existe uma diferença entre um código de computador e um algoritmo, mas não existe. Por conta da associação da palavra “algoritmo” a “Machine Learning”, seu significado se tornou obscuro, enquanto o seu uso se tornou mais específico.

Então devemos começar a usar a palavra “algoritmo” perante às coisas mais simples da programação?  Não, pois nem todos entenderão o que você quer dizer. O idioma está sempre mudando e sempre muda por um bom motivo. As pessoas precisam de uma palavra para descrever o mundo confuso do “Machine Learning”. E “algoritmo” está se tornando essa palavra, por enquanto.

Dessa forma, é bom ter em mente que um algoritmo (e “Machine Learning”) é, em sua essência, um monte de códigos escritos para resolver tarefas e problemas. Não existe truque de mágica. É apenas uma interação mais complicada dos softwares no qual já estamos acostumados.

 

Melhores aplicativos para aprender idiomas

VOLTAR

TAGS RELACIONADAS:

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Comentários

Não houve nenhum comentário sobre este artigo, seja o primeiro a deixar o seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notifique-me sobre novos comentários por e-mail.

Notifique-me sobre novas publicações por e-mail.